2004/10/09

De: TAF - "Jornais de fim de semana" 



De Sábado:
- Sampaio vai presidir à constituição da SRU - um bom método de pressão encontrado por Rui Rio ;-)
- Editorial no Público - com uma simpática referência a este blog.

PS - E agora de Domingo:
- Porto Vivo?
- O Outro Lado/Porto
- Relatório das Finanças sobre o PPA vai à reunião da Câmara do Porto

De: Pedro Aroso - "Porto Feliz" 

Embora a nossa cidade continue paralisada a nível económico e cultural, situação a que não será alheia a política do actual executivo camarário para quem os problemas do Porto se resumem aos bairros sociais, aos arrumadores e aos comerciantes da "Baixa", a verdade é que alguma coisa tem mudado no que respeita à Toxicodependência, como esta semana reconheceu o presidente do IDT, que pretende ver o projecto "Porto Feliz" implementado à escala nacional.

Aproveito para felicitar o grande responsável por este êxito, o Dr. Carlos Mota Cardoso, que infelizmente não aceitou ocupar o lugar de vereador na CMP após a saída do Arq. Ricardo Figueiredo.

Pedro Aroso
[email protected]

De: Alexandre Burmester - "Reality Boys" 

Quando esta Câmara mudar de "cor", e pelo jeito que vai, será tudo indica nas próximas eleições, vai custar um dinheirão mudar todos estes Boys.

Veja-se lá como aos poucos, os rapazes do partido, que estão sem secretária e chateados sem nada que fazer, vão arranjando trabalhos de responsabilidade.

Como no futuro, lá virá a próxima força política, que serão os Socialistas, e que foram recentemente corridos destes cargos, vamos voltar ao jogo da cadeira - ora sento eu ora sentas tu.

E pelo meio gozemos este "Dulce fare niente" da função pública, premiando os próximos feriados com mais umas pontes.

Nota: Não haverá lugar na Quinta das Celebridades para algumas destas personagens????

A. Burmester

2004/10/08

De: TAF - "As redes..." 

Aparentemente terá havido problemas na rede da Novis/Clix que impediram a algumas pessoas o acesso a este blog e atrasaram muito ou provocaram a perda de algumas mensagens de email nos últimos dias. Por isso, quem detectar mensagens não respondidas ou não colocadas online, por favor tente novamente o envio. Quem usou outro fornecedor de acesso à Internet não deverá ter sentido dificuldades. Tanto quando sei, A Baixa do Porto esteve sempre online e a receber mail.

2004/10/07

De: TAF - "Notícias" 

- Individualidades do Porto compõem Conselho Consultivo da Porto Vivo, SRU
- Cinema Passos Manuel reabre dia 22

PS:
- Marina da Alfândega em 2005 e Refer pronta a investir seis milhões de euros
- Marina da Alfândega com luz verde oito anos depois
- Sport Club do Porto Diz Ter Luz Verde do Governo para a Marina da Alfândega
- CDU e PS contra SRU
- Lei impede venda de casas durante dez anos
- ARQ:MANIF - A Arquitectura Manifesta-se

De: Miguel Barbot - "Pedreira" 

Nota para este post no Bateria da Vitória.

2004/10/06

De: F. Rocha Antunes - "Tiros no pé?" 

Meus Caros,

Quem, como nós e muitos outros, tem acompanhado o penoso processo de reabilitação da Baixa do Porto, sabemos que a situação da Baixa é tão complexa que só com muito esforço de todos é que é possível desatar o inacreditável nó em que essa zona crucial da Cidade se tornou.

Parecia que, apesar da dimensão da tarefa, alguma coisa estava a ser feita nesse sentido: a introdução de uma clara prioridade ao investimento nessa zona no futuro PDM, a constituição da SRU, a nova lei do arrendamento, o montante de investimento público no Metro e na reabilitação de espaços públicos, tudo parecia indicar que, apesar das demoras, a direcção era a certa.

Contudo, nestes últimos dias há uma notícia que preocupa seriamente: a possibilidade de a Assembleia Municipal do Porto, composta por cidadãos eleitos por todos nós para defender a Cidade, prepara-se para chumbar a nova SRU! Nem dá para acreditar que tal possa acontecer!

Depois de tanto tempo, em que o processo arrastou-se por culpa do Governo Central, e logo agora que estão finalmente reunidas as condições para que a SRU possa por fim começar a desenvolver a sua acção, são esses mesmos cidadãos que se preparam para chumbar essa SRU.

Pode-se legitimamente perguntar se existe alguma coisa de errado na SRU que leve a tão grave decisão. Mas, pelo que se lê nos jornais, o argumento é de que há falta de controlo camarário na gestão dessa sociedade! Podiam arranjar alguma coisa de mais substancial, quando a câmara tem o poder de indicar os seus representantes na administração.

É espantoso!

Passamos a vida a queixar-nos do que os outros, os tais de Lisboa, nos impedem de fazer mas parece que, na dúvida, não desistimos de fazer nós mesmos o máximo para que as coisas não se modifiquem!

Lembram-se do que nos foi dito aquando da Porto 2001? Era, entre outras coisas, um teste à capacidade de gestão da cidade. O que falta fazer, depois de um miserável chumbo nessa matéria ( ninguém daria mais do que um 4, no velho sistema de 0 a 20, a essa gestão) é tirarmos as devidas consequências: somos nós, os que aqui vivemos, que não somos capazes de gerir os nossos assuntos de forma eficiente.

E nós temos nome. E somos responsáveis, e responsabilizáveis.

É preciso dizer a estes senhores, que a seguir enumero, que eles são os únicos responsáveis pela decisão de chumbar ou não a SRU do Porto:

* Álvaro António Magalhães Ferrão de Castello-Branco
* Joaquim Manuel Machado Faria e Almeida
* José Augusto Mogrão Teixeira

* Adelaide Maria Sampaio Mariz
* Agostinho Correia Branquinho
* Alberto Nuno Bragança de Assunção de Araújo Lima
* Álvaro António Magalhães Ferrão de Castello-Branco
* André Sérgio Navarro de Noronha
* António Alberto Sereno
* Armindo Luis Teixeira
* Cecília Felgueiras de Meireles Graça
* Diogo Nuno de Gouveya Torres Feio
* Gonçalo Luis Queiróz Moreda Fernandes de Oliveira
* Gonçalo Nuno de S. Mayan Gonçalves
* João Luis de Mariz Rozeira
* Joaquim Manuel Machado Faria e Almeida
* Jorge Manuel Reimão Meneses
* José Augusto Mogrão Teixeira
* José Pinto Ferreira
* Luis Miguel Seabra de Freitas
* Manuel Cardoso Monteiro
* Manuel Maio Gonçalves da Silva
* Miguel Botelho Gomes Barbosa
* Miguel Jorge Santos de Oliveira Ferreira Leão
* Paulo César Rios de Oliveira
* Sérgio do Nascimento Alves Martins
* Tiago Manuel Graça Mota e Costa
* Vasco Joaquim de Faria Morais Soares
* Wilson dos Santos Coutinho de Faria

* Abílio Pereira dos Santos
* Ana Maria Cardoso Duarte da Rocha Almeida Pereira
* Ana Maria da Silva Pereira
* António Fernando da Silva Oliveira
* Arnaldo José Teixeira Lucas
* Carlos Cardoso Lage
* Carlos Henrique Magalhães Ribeiro
* Eduardo Gastão Ramos Gonçalves Antunes
* Fernando Manuel de Jesus
* Hugo Manuel Simões Eusébio
* Jerónimo Pereira Ponciano
* José Conceição Saraiva
* José David Castro Gil
* José Fernando Machado dos Santos Amaral
* José Manuel da Silva Braga
* José Martins Barreto Ramos
* José Ribeiro
* Justino da Cruz dos Santos
* Manuel Francisco Pizarro de Sampaio e Castro
* Maria do Carmo Gandara Miranda Oliveira
* Maria de Lurdes Ruivo
* Orlando Soares de Barros Gaspar
* Renato Luis de Araújo Forte Sampaio

* José António de Magalhães Gomes
* José Luis Borges Coelho
* Manuel Vicente de Sousa Lima Loff
* Artur Manuel Ferreira Ribeiro

* Alda Maria Gonçalves Pereira Macedo

Não sei se a lista está actualizada, mas é a que está no site oficial da Câmara do Porto.

Segunda-feira vamos ver como estes cidadãos se portaram.

Cá estarei para cobrar. E não deixar que se culpe os de fora pelo que só depende de nós.

Francisco Rocha Antunes
Promotor imobiliário

PS – É escusado lembrar o que um chumbo da SRU faz ao investimento privado que se prepara para investir na Baixa. Desaparece por mais alguns anos, simplesmente, horrorizado com uma Câmara que nem uma sociedade feita por si é capaz de aprovar.

De: Cristina Santos - "Sr. Presidente oponha-se" 

Sr. Presidente da Câmara Municipal do Porto

Temos assistido a uma forte corrente contra o desenvolvimento do Norte, durante décadas fomos vitimas de um centralismo que nos obrigou a sobreviver a pulso, somos no entanto e com orgulho a segunda Cidade de Portugal.
E é como segunda Cidade de Portugal que deveremos manter um papel reivindicativo e moderador do desenvolvimento do País, deveremos representar uma intervenção ponderada e justa na defesa do Povo do Norte.
Não considere V. Exa. que a dotação orçamental, as visitas esporádicas ou até as referencias publicas à nossa Cidade, são um grande avanço ou um favor prestado pelo Governo central, há muito que merecíamos reconhecimento, há muito que fazemos mover o País.
Por todas estas razões e muitas mais, algumas Históricas, não posso deixar de mostrar o meu desagrado quanto a falta de intervenção de V. Exa., no concerne ao rumo que toma o País.
Como resulta do seu conhecimento o pagamento da SCUT´s não passa de uma medida para obtenção de receita extraordinária, mas esse beneficiação directa ao orçamento de estado, vem prejudicar gravemente o desenvolvimento do Porto, das suas empresas, dos seus trabalhadores, do sedentarismo semanal, etc.
Não posso deixar de dizer que a sua abstenção é inaceitável, sabe V. Exa. quantos trabalhadores de Esposende e Vila do Conde temos a trabalhar no Porto, sabe quantas empresas se abastecem dos armazéns que tem em Viana?
Sr. Presidente, até poderíamos encarar essas portagens como uma ajuda à sedentarização na nossa Cidade, mas essa não é a tendência, a tendência será a mudança dos poucos pólos industriais que nos restam, do comercio a retalho, dos supermercados, etc., para essas zonas periféricas.
E o Sr. Presidente abstêm-se?!, já notou que o preço de qualquer aluguer no Porto é 40% superior ao aluguer de um armazém nas zonas industriais periféricas.
Estamos a caminhar para a criação de uma Cidade ingovernável, isolada no meio do movimento, um ponto de passagem degradado. Muitos Vianenses vem ao fim de semana ao Porto, vão ao Parque da Cidade, vão ao Via Catarina, Vão ao Dragão,com as portagens a dissuasão será crescente.
Não se admite que permaneça calado, que não defenda o norte enquanto Presidente da sua Capital.
Fica-nos mal, sempre mal, nunca o Porto é visível no Pais como uma cidade interventora, mas sim como uma Cidade degradada, cheia de bairros sociais.
Cumpre-lhe a defesa do Norte, cumpre-lhe a reivindicação do nosso desenvolvimento.
Sem mais uma cidadã envergonhada com a falta de posição da nossa Cidade.

Cristina Santos

De: Jorge Ricardo Pinto - "O centro da Baixa. A praça da Liberdade." 

Numa altura em que surgem novas ideias controversas para a Avenida dos Aliados, publiquei, no blog homónimo da Avenida, um pequeno texto evocando a implantação da República. Esta data serve apenas como desculpa para a discussão sobre a ausência de D. Pedro IV na toponímia portuense e sobre as propostas, algumas simbolicamente indecentes, de alguns dos crânios mais celebrizados da arquitectura portuguesa, em torno da oitocentista estátua ao rei-soldado. Como a Praça da Liberdade é, pelo menos aparentemente, ainda o centro da Baixa do Porto, como vem sendo habitual, não resisti a dar conta ao blog aliado da actualização feita no Avenida dos Aliados.

2004/10/04

De: TAF - "A SRU" 

Continuando Joaquim Branco na presidência da Comissão Executiva, Arlindo Cunha Vai Presidir à Sociedade de Reabilitação Urbana do Porto

PS: Mais detalhes no JN, no Comércio e no Público.

2004/10/03

De: TAF - "Notícias de Domingo" 

O património do Porto, antigo e recente, em bom ou mau estado:
- Pedaços da história da cidade do Porto
- A Cidade Encalhada
- Dono da Pedreira da Trindade confirma providência cautelar
- Experiências com a água

This page is powered by Blogger. Isn't yours?