2004/06/11

De: Miguel Barbot - "Mais Porto no "Fonte das Virtudes"" 

No Fonte das Virtudes, Pedro Olavo Simões relembra um texto já anteriormente escrito sobre Porto e Gaia.

De: TAF - "O Café n'O Comércio do Porto" 

Aqui fica o apontador para a notícia. :-)

2004/06/10

De: TAF - "Relato do Café" 



Eis o resumo +/- telegráfico do que se passou no encontro ontem à noite no Café Ceuta. Se me tiver esquecido/enganado em algum ponto importante peço aos outros participantes que me corrijam.

- Começámos por comentar genericamente a situação actual da intervenção da autarquia no concelho e interesse que os munícipes têm (ou não) em participar activamente no desenvolvimento da sociedade. O que tem sido feito, como tem sido feito, as estruturas utilizadas (serviços da Câmara, empresas municipais, etc.), quem tem influência nas decisões, o que leva a "deixar correr"” coisas que estão mal.

- Analisámos testemunhos da nossa experiência pessoal/profissional sobre métodos de trabalho, sobre pessoas concretas que desempenham actualmente funções na autarquia, sobre a vida na cidade do Porto.

- Concordámos que não tem existido até agora um modelo adequado de gestão da cidade. Concordámos que não existem "grandes objectivos" claramente definidos nem, consequentemente, resultados que se possam avaliar. Concordámos que o aparecimento das Sociedades de Reabilitação Urbana (SRU) traduz o reconhecimento por parte do Estado do que já todos sabem: os serviços camarários são de uma ineficácia desesperante e só com novas estruturas será possível produzir algo.

- A legislação que regulamenta as SRU parece fornecer-lhes os meios suficientes para actuarem caso a respectiva gestão consiga isolar-se das pressões e dos péssimos hábitos existentes nos serviços autárquicos.

- Ficámos preocupados quando se reune mais um Conselho Consultivo para a SRU constituído por um conjunto de "sábios" (os "habituais"). Sendo certamente pessoas de muito valor de quem interessa ouvir a opinião, terão também quase sem excepção menos qualificações para opinar sobre um processo de reabilitação urbana do que vários especialistas menos mediáticos a quem não tem sido dada a devida atenção.

- Nós, modestos "bloguistas", poderemos dar alguma contribuição a dois níveis.

I) Incentivando a divulgação regular de toda a informação por parte da SRU.
Começaria já por todos os estudos disponíveis sobre a Baixa do Porto e especialmente o recentemente contratado à Faculdade de Engenharia. Mas supostamente haverá mais estudos, por exemplo o trabalho realizado para a Porto 2001. Além disso o andamento dos trabalhos da SRU deveria ser objecto de divulgação pública obrigatória na Internet. Esta informação constitui a base para uma participação efectiva e profissional por parte de quem tem formação adequada para isso na "sociedade civil".

II) Dando sugestões supostamente competentes sobre as grandes linhas de actuação da SRU e sobre as opções estruturais a tomar. Após estarem definidas quais as zonas prioritárias (quarteirões, ruas), dando ideias e apresentando projectos concretos para as intervenções a realizar.
Mesmo sabendo-se que na prática haverá poucos munícipes interessados em participar activamente nesta tarefa de reabilitação da Baixa, há todas as condições para aproveitar alguns contributos certamente melhores do que os que se obterão dos serviços de Urbanismo da Câmara Municipal...

- Incentivei a jornalista d'O Comércio do Porto a que o jornal participasse activamente no blog, "provocando" os participantes.

- Sugestão minha: valeria a pena, depois de termos tido acesso pelo menos ao estudo da Faculdade de Engenharia, fazer novo café com a participação da própria SRU.
;-)


De: Rosa Soares - "Parabéns em duplicado" 

Olá Pedro, J. Amorim, Cristina e TAF!

Parabéns ao Pedro (embora atrasados...) pelo seu aniversário e por ser não fumador!!!

Parabéns ao J. Amorim por ter escolhido viver com saúde e pelo seu precioso apoio à minha campanha contra o fumo!!! E também pelo seu sentido de humor!

Quanto à Cristina ... parabéns pelo seu empenhamento (uma verdadeira Cristina d'Arque do urbanismo). Só espero poder dar-lhe os parabéns em breve por pertencer ao nosso clube... dos não fumadores, claro!!! ;-)

Fico a aguardar o resumo do encontro no café Ceuta desse grupinho de poucos...mas bons!!! :-)

Uma abraço.

Rosa Soares

De: TAF - "O Café" 

Acabo de chegar do nosso primeiro "encontro bloguista" no Ceuta. :-)

Além de mim estiveram presentes, por ordem de chegada:
- José Pulido Valente
- António Alves da Silva
- Ana Cristina Gomes (O Comércio do Porto)
- Alexandre Burmester
- João Medina
- Pedro Aroso

Mais tarde farei um resumo e poderão provavelmente ler também alguma notícia n'O Comércio do Porto. Com a conversa esqueci-me completamente de tirar uma foto...

2004/06/09

De: TAF - "E por que não só Porto?" 

Julgo que a maioria das pessoas será favorável à junção de Gaia com o Porto, criando um único concelho com fronteiras mais racionais do que a actual situação.

Mas para quê criar um novo nome?
"Porto" já é uma marca de projecção internacional. É muito mais simples e mais vantajoso para todos, incluindo para a actual Vila Nova de Gaia, que se adopte o nome de "Porto" em vez de se inventar algo que exigiria um enorme esforço de promoção para atingir níveis de notoriedade semelhantes.

Já imaginaram o que é explicar a relação do Vinho do Porto com "PortoGaia" ou "Portucale", por exemplo?

Mesmo historicamente julgo que terá muito mais sentido adoptar a designação de "Porto" para o conjunto das actuais duas cidades. "Porto" sempre foi a segunda cidade do país. "Porto" sempre foi a "capital do trabalho" (mesmo que isso possa não corresponder à realidade dos factos...) Património Mundial - associa-se logo a "Porto", e não a Gaia.

Para quê complicar? Integre-se Gaia no Porto e pronto.

De: Miguel Barbot - "Mais PortoGaia" 

Hoje no JN

2004/06/08

De: Pulido Valente - "Presidência" 

Dr. Rui Rio,
- O vereador e toda as chefias da área dos licenciamentos e urbanismo são incompetentes e não cumprem com a lei.
- Não há uma hierarquia a funcionar como é necessário; os superiores não suprem as deficiências e erros dos subalternos porque estão todos no mesmo nível de ausência de conhecimento de projecto de ideias e de objectivos
- os despachos são dados sobre as informações sem que sejam acautelados a legalidade e os procedimentos cordatos e de boas maneiras; são dados no pressuposto de que a lei é assim que exige sem o cuidado de verificar se realmente é e se, não sendo, prejudicam os munícipes ou a própria CMP.
- não há seriedade, ética, moral, espírito de missão, vontade de ajudar os requerentes e, sobretudo, os comportamentos que os despachos revelam são pouco ou nada sérios.
- há portanto corrupção e desrespeito, das e pelas leis, e, abuso de poder. Julgava que não era esta a sua proposta de gerência da cidade. Se nada fizer verificarei que, afinal, é. Portanto a minha vontade de ver o Porto em boas mãos será mais uma mostra de ingenuidade e estupidez da minha parte. Sou impedido,por esta câmara, de exercer a profissão porque me é imposta uma maneira de projectar que não posso adoptar. Não há maior violência e tanta maldade só tem uma explicação: fazer prevalecer os interesses próprios em detrimento dos direitos dos outros. Chama-se a isso imoralidade, corrupção e abuso do poder.

Não tenho a certeza se compreenderá já que não está senhor dos conhecimentos necessários para tanto por serem muito distantes e específicos; junto memória descritiva e justificativa de um novo PIP em resposta ao despacho que o primeiro mereceu que ilustra a irresponsabilidade da CMP nesta área.
Para que esteja informado e não venha a dizer que ninguém teve a coragem de lhe dizer.

Cumprimentos José Pulido Valente

P.S. depois da dedicação e esforço que fiz para melhorar o lamentável PDM ele vai ser novamente posto em discussão pública sem que tenha sido chamado, como deveria, se processo fosse, como devia, aberto, transparente e maduro. Tiveram medo ou,pior, nem se aperceberam do enorme erro de se fecharem à participação real e produtiva. Aberrante, imoral, muito pouco inteligente e muitíssimo agressivo. Para nada serviu o meu esforço. Como vão pedir depois que os cidadãos PARTICIPEM? Para que o procedimento fosse sério seria necessário que previamente à discussão os cidadãos fossem informados que as participações seriam depois cozinhadas sem diálogo com os participantes. Isso não foi feito. O presidente mostra o edifício mas não abre os serviços. Não há transparência. estamos na "alrdeia". Há medo da luz e do afrontamento que cria e faz o progresso. O Porto está...................perdido.

- Documento "Word" anexo - "clique" para descarregar.

De: Pedro Aroso - "Obrigado" 

Olá Cristina

Muito obrigado pelos parabéns antecipados.
Tenho pena que não participes neste primeiro encontro, mas estou certo de que haverá outras oportunidades.

Pedro Aroso
PS: Eu pertenço ao Clube dos Não Fumadores...

De: TAF - "Discussão do PDM fora da net" 

É oficial: desta vez não vai haver nova discussão do PDM via Internet, vão ser usados apenas os "canais tradicionais". No "Espaço de Diálogo" da CMP.
Sem comentários.

De: TAF - "Rotunda da Boavista reabre hoje ao trânsito" 

No site da CMP.

De: Cristina Santos - "PARABENS PEDRO" 

Caro Taf

Esta mensagem não tem grande coisa a haver, no entanto e como à partida não poderei estar no CEUTA, na medida em que parto para MONTALEGRE nessa noite, espero que mantenham todos a boa performance e motivem este interesse por todos, fumadores ou não, que estejam presentes. Eu fumo muito, alias muito mesmo, portanto actualmente até me sinto bastante envergonhada neste locais.
Escrevi não só para vos dar o meu voto de confiança, mas também para desejar ao Pedro Aroso um excelente aniversário.
Quanto ao participante Sr. Amorim talvez fosse interessante fazer-nos chegar informações relativas à organização funcional de Vancouver island, e o caminho trilhado por esta , até ao estado actual.
Aproveito para informar que de momento também estudo Zona Histórica de Nápoles, com o fim de averiguar as técnicas de mobilidade introduzidas e renovação do seu Centro Historico. Podem ficar descansados que não pretendo averiguar as excelentes performances das Scotters ou desrespeito pelo semaforos.
Ate sempre e parabéns ao Pedro , e Olá à Rosa

Cristina
(Vá Taf não podes censurar a minha falta de conteúdo , entende que tou a passar por um período amorfo... ok???)

De: Alexandre Burmester - "Sábios" 

É fantástica esta mania que tem actualmente os políticos, de para tomarem decisões, uma vez que que são cada vez mais secundados por ignorantes, consultarem "Sábios"

Existem os conselhos de "sábios" para assuntos variados, e existem os "sábios" para entregar assuntos.

O importante é que os "sábios" mesmo sabendo o que sabem, e se do asssunto não sabem nada, dirão sempre como bons portugueses o que acham. Opiniões dá-se sempre, de Médico, Arquitecto, Urbanista, Modista, etc,...todos temos um pouco; E neste caso mesmo que não se saiba serão sempre sábios, e ninguém discute as opções e as soluções.

(Também não me admiraria que um dia destes tivessemos um conselhos de sábios compostos, pelo Figo, Fátima Lopes, Jorge Gabriel, Herman José,...)

E depois há os "sábios", aos quais ninguém tem coragem para contrariar, por isso façam o que façam toda a gente vai aceitar, e elogiar.

Tornam-se mais seguros os políticos,
mais sábios os sábios,
mais ignorantes todos...

Alexandre Burmester

Nota:
Caro TAF,
Ontem já tinha mandado esta mensagem pelo menos por 3 vezes, não chegou?
--
Nota de TAF: Não... :-(
O mail falha muitas vezes, infelizmente. Não especificamente o meu, mas todos em geral. Eu respondo sempre aos mails que me enviam caso não os coloque online. Se tiver acontecido com mais alguém, já sabem o que aconteceu... Por favor enviem de novo.


De: Rosa Soares - "Troca de vês por bês..." 

As minhas desculpas por algumas gralhas... Obrigatoriamente devo corrigir a falha grave na palavra "inevitabilidade"... embora a troca dos vês pelos bês possa ser desculpável aos portuenses... :-)

Cordialmente,

Rosa Soares

2004/06/07

De: J. Amorim - "Cafe' com fumo !" 

Ola' colegas,

Leio com interesse as v/ dissertacoes, sobre a Baixa do Porto e a Camara dos Horrores.
Eu vivo e trabalho ha' largos anos em Victoria / Vancouver island, que e' a antipoda do Porto.
Cidade de Jardins e lazer onde o licenciamento de obras,demora escassos dias,pois esta' tudo planeado.
Victoria, foi a primeira cidade no Mundo a proibir fumadores,em lugares publicos. E agora a ideia esta' alastrando. (Irlanda,Los Angeles,etc).Eu tambem fui fumador e ja nao sou e estou vivo, e cheiro as brizas frescas do Pacifico!
Que tal, se Voces tomassem cafe' sem fumar e convidassem a Rosa Santos e fizessem dela a Rosa D'Arc na campanha: Arquitectos declaram PORTO sem FUMO e queimam a Corrupcao para desenhar uma Cidade Nova !
Votos de Sucesso
J.Amorim -arq.to SAR

De: Pedro Aroso - "QUARTA-FEIRA-21:30-CAFÉ CEUTA II" 

Caro Tiago

Apesar de fazer anos na próxima quarta-feira, dia 9, podes contar comigo. Em todo caso, só posso aparecer depois das 23h00, porque tenho uma aula.

Abraço
Pedro Aroso
[email protected]
http://www.e-architect.net
http://clublotus.planetaclix.pt

--
Nota de TAF: Desde já Parabéns! Como o Ceuta fecha cedo podemos depois ir beber um copo a qq lado. ;-)

De: TAF - "QUARTA-FEIRA - 21:30 - CAFÉ CEUTA" 

Lembro que na próxima quarta-feira, dia 9, pelas 21:30 em ponto, se vai realizar no Café Ceuta um encontro de quem quiser conversar "ao vivo" sobre os assuntos que temos vindo a debater aqui no blog.

Será uma "conversa de café" informal, provavelmente com muito poucos participantes. Servirá para descontraidamente pensarmos em conjunto no que poderemos fazer pelo Porto. E, claro, para tomarmos o nosso café. :-)

PS: Transcrevo abaixo o texto da minha resposta a O Comércio do Porto.

--
Conforme prometido, aqui fica a indicação de que não houve nenhuma objecção levantada à eventual presença d'O Comércio do Porto no encontro informal promovido pelo blog "A Baixa do Porto".

Devo contudo avisar que, se tudo correr como é habitual neste tipo de iniciativas, aparecerão pouquíssimas pessoas... Não sei por isso se haverá tema para cobertura jornalística.

Em qualquer caso terei muito gosto na vossa presença nem que seja para a nível pessoal participarem também numa troca de ideias sobre o Porto e sobre o que poderemos fazer para ajudar a revitalizar a Baixa.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?